TEMPLOS DO ESPORTE

La Bombonera; a caixa de bombons do Boca Juniors

Localizado na Argentina, esse ‘Templo do Esporte Mundial’, aterroriza todos os adversários do Boca Juniors. O Estádio Alberto J. Armando, nome oficial do La Bombonera, é um dos 36 estádios que existem na cidade de Buenos Aires.
 
A casa do Boca Juniors, um dos principais clube da Argentina está no bairro de La Boca, a menos de 600 metros ao norte da rua El Caminito, um famoso ponto turístico de Buenos Aires.
 
A construção do La Bombonera começou em 1938 e sua inauguração aconteceu quase dois anos depois (com a estrutura ainda incompleta), em maio de 1940, sendo que a primeira partida no local foi disputada entre o Boca Juniors e o San Lorenzo, com o time da casa vencendo por 2 a 0.
 
Uma de suas curiosidades, é que pelo fato do local não ter luz artificial, o jogo teve que ser encerrado aos 35 minutos do segundo tempo. Já o primeiro confronto oficial ali aconteceu uma semana depois contra o Newell’s Old Boys, que também terminou em 2 a 0 para o Boca. Antes disso a equipe havia jogado em vários outros lugares e em outros estádios que existiram nesse mesmo terreno.

A arquitetura diferente do La Bombonera se deve justamente devido a área da construção, que não é muito grande. Com isso, a solução encontrada pelo arquiteto esloveno Viktor Sulčič foi fazer três anéis uns sobre os outros e que ficam bem perto do campo, criando assim um caldeirão para 49 mil torcedores.

Durante a construção, Viktor percebeu a semelhança de sua obra com uma caixa de bombons, e assim nasceu o apelido do estádio. Isso porque o seu nome oficial desde 2000 é Estádio Alberto J. Armando, em homenagem ao ex-presidente da Argentina.
 
Apesar da inauguração, as obras só terminaram em 1953, com a instalação do terceiro anel e das luzes. Em toda sua história, o La Bombonera recebeu diversas partidas históricas, incluindo três Copa Américas, 10 finais de Libertadores, três finais de Sul-Americanas, dezenas de partidas das classificatórias da Copa do Mundo e um Superclássico das Américas contra o Brasil.

O local também abriga um museu que conta a história de uma das equipes mais vitoriosas do mundo, o espaço tem uma relação de todos os jogadores que já atuaram pelo clube, uma galeria de troféus que inclui seis Libertadores e três Mundiais de Clubes e um mural inteiramente dedicado a Diego Maradona.




VEJA TAMBÉM



TEMPLOS DO ESPORTE  |   30/07/2021 07h04





TEMPLOS DO ESPORTE  |   22/06/2021 07h47


TEMPLOS DO ESPORTE  |   15/06/2021 07h46